Portões

Portões de proteção

1 – Grades de ferro

Um dos materiais mais usados, pois possui resistência e durabilidade. Uma das grandes vantagens é que esse tipo de grade pode ser personalizada conforme a cor desejada. A desvantagem é que o ferro é um material que oxida fácil, portanto, precisa de manutenção.

De fato, o ferro costuma ser o material de escolha para grades personalizadas na frente de resistências, justamente por promover maior segurança.

2 – Alumínio

Esse é um modelo mais em conta, uma vez que as grades de alumínio são as mais em conta no mercado.

Por outro lado, esse modelo não permite tanta personalização, já que possuem uma cartela pequena de cores e não podem ser tão maleáveis quanto os modelos de ferro.

Além disso, o alumínio amassa com facilidade, não suportando tanto impacto.

3 – Metalon

O metalon é um material composto por ferro chumbado e galvanizado. Ou seja, ele fica entre o ferro e o alumínio em termos de versatilidade e durabilidade. Mas, vale lembrar, que o metalon também exige uma certa manutenção.

4 – Grades de madeira

A madeira também pode ser utilizada em diferentes projetos arquitetônicos em grades. Lembre-se que se a madeira for ficar exposta à ação do sol e da chuva, ela deve ser protegida com vernizes adequados.

Grades de maneira dão um visual mais rústico e acolhedor à fachada da residência. Embora mais limitada em termos de formato, apresentam várias possibilidades de cores.

5 – Fixas ou móveis

Grades móveis percorrem trilhos e assim, dão um aspecto mais suave, sobretudo se utilizadas em janelas.

Já as grades fixas são sempre a opção quando o assunto é segurança.

Agora que você já sabe quais são os principais tipos de grades existentes no mercado, vamos a algumas dicas importantes para você não errar na escolha.

Como não errar na escolha da grade?

Para não errar na escolha da grade, preste atenção em algumas dicas. Elas envolvem onde melhor colocar as grades, materiais, bem como onde usar diferentes opções de grades, para você se inspirar:

  • Por segurança maior, opte por grades de ferro. Você pode combiná-las com a cor da fachada;
  • Contraste também é interessante, portanto aposte em cores contrastantes e diferentes materiais na fachada;
  • Em casas com pé-direito alto e portas altas, você pode incrementar a porta com grades;
  • Grades podem substituir muros ou criar divisões, mostrando mais a residência;
  • As grades de ferro também podem transmitir detalhes, dando delicadeza como é o caso no qual há pequenas grades de ferro sobre vidros em portas principais;
  • Janelas de ferro também ganham ares de maior segurança e beleza com molduras de ferro;
  • Grades também podem servir para decoração de algum ambiente, podendo ser decoradas com fitas de luz LED;

Além disso, lembre-se sempre se aquela grade vai ficar exposta ao tempo e qual será a manutenção necessária. Afinal, se uma grande de ferro é bastante duradoura, é necessário lembrar que sua manutenção é mais frequente.

Fora que uma grade sem manutenção envelhece o imóvel e dá ares de desleixo. Portanto, a manutenção de qualquer que seja o modelo escolhido é essencial para manter a beleza do imóvel com o passar dos anos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Posso ajudar?